O que é Microcefalia?

Nos últimos meses tem ocorrido aumento importante no número de casos de microcefalia em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste. O Ministério da Saúde busca elucidar a causa. Vamos falar um pouco sobre a microcefalia.

iStock_ultrasound.jpg

O que é microcefalia?

A microcefalia é o crescimento abaixo da média do perímetro cefálico. Pode estar associada a microencefalia, que por sua vez, causa retardo do desenvolvimento motor e cognitivo.

Segundo o Ministério da Saúde, são bebês  nascem com perímetro cefálico (PC) menor que o normal, que habitualmente é superior a  33 cm. Essa medida deve ser ajustada para o diagnóstico intrauterino e para a idade gestacional, não devendo ser um número fixo, lembrando que há fetos e bebês de diferentes tamanhos sem que isso represente doença. Nas tabelas ultrassonográficas e pediátricas, é definida como a redução em mais de 3 desvios-padrão do perímetro cefálico.

Screen Shot 11-27-15 at 11.04 AM

O que pode causar microcefalia?

Resulta de danos nas células cerebrais que impedem o seu crescimento adequado. Pode ser ocorrer devido a:

  • Hipóxia – oferta inadequada de oxigênio ao feto no período intrauterino. Desta forma o crescimento é reduzido.
  • Doenças genéticas – há distúrbios genéticos recesivos e dominantes, bem como doenças gênicas associadas a microcefalia. Nestes casos, geralmente desenvolvem-se outras manifestações sindrômicas associada a microcefalia. A história familiar pode estar presente.
  • Infecções – muitas infecções congênitas são associadas a microcefalia. Dentre elas temos:
  • Drogas – tanto medicamentos como a Hidantoína como substâncias de abuso são associados a microcefalia. O álcool é um importante causador.

Screen Shot 11-27-15 at 10.00 AM

Quais os danos causados pela microcefalia?

A grande maioria dos casos de microcefalia está associada a redução da quantidade de neurônios ou a desorganização destes. Cerca de 90% dos casos se associa a retardo mental de leve a severo, a depender do acometimento. Sabemos que quanto mais precoces na vida intrauterina forem os danos cerebrais, piores serão os resultados ao nascimento.

Em alguns casos de origem genética podem ter o desenvolvimento cognitivo normal. Entretanto, infelizmente, estes casos são a exceção e não a regra.

Como diagnosticar a microcefalia?

Durante a vida intrauterina, a realização de ultrassonografias seriadas pode auxiliar na definição. A presença de crescimento do perímetro cefálico abaixo do esperado para a idade gestacional levanta a hipótese. Na presença de microcefalia, outras modificações cerebrais e corporais devem ser buscadas, uma vez que o problema é associado a síndromes.

Após o nascimento, o exame físico realizado pelo pediatra, sempre inclui as medidas antropométricas do recém-nascido e fornece dados sobre normalidade e alterações.

Screen Shot 11-27-15 at 10.05 AM

É possível tratar a microcefalia?

Quando a microcefalia decorre de doenças genéticas e infecciosas, o dano cerebral não pode ser revertido. O único tratamento é o acompanhamento e estímulo para melhorar o desenvolvimento cognitivo e motor destas crianças.

Caso não haja dano cerebral, a microcefalia de origem óssea pode ser abordada por cirurgia. Nestes casos, decorre de fusão precoce dos ossos cranianos que impede a expansão adequada do polo cefálico.

Por que está ocorrendo um surto de microcefalia?

Os casos estão com frequência muito mais alta que em épocas anteriores. Novas infecções como a Zica e Chikungunya, que ocorreram em grande parte da população, estão sendo investigadas como possíveis causas deste aumento tão importante.  

Neste momento, qual é a recomendação do Ministério da Saúde?

Neste momento, o Ministério da Saúde reforça às gestantes que não usem medicamentos não prescritos pelos profissionais de saúde e que façam um pré-natal qualificado e todos os exames previstos nesta fase, além de relatarem aos profissionais de saúde qualquer alteração que perceberem durante a gestação. Além disso, é importante que os profissionais de saúde estejam atentos à avaliação cuidadosa do perímetro cerebral e à idade gestacional, assim como à notificação de casos suspeitos de microcefalia no registro de nascimento no Sinasc.

Pregnancy microcefalia zica

Fontes:

Boletim Epidemiológico – Volume 46 – nº 34 – 2015 – Situação epidemiológica de ocorrência de microcefalias no Brasil, 2015 

Boletim Epidemiológico do Governo da Bahia. http://www.saude.ba.gov.br/novoportal/images/stories/PDF/NotaTecnica_Microcefalia_18hPDF.pdf

GILMORE, EC. WALSH, CA. Genetic causes of microcephaly and lessons for neuronal development.Wiley Interdiscip Rev Dev Biol. 2013 Jul;2(4):461-78. doi: 10.1002/wdev.89. Epub 2012 Oct 4.

LEAL, Gabriela F..Microcefalia primária autossômica recessiva em três famílias pernambucanas: aspectos clínicos e moleculares. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2005, vol.5, n.2, pp. 171-176. ISSN 1806-9304.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292005000200005.

PITTELLA, José Eymard Homem  and  NOGUEIRA, Ana Margarida Miguel Ferreira.Agenesia do cerebelo associada a microcefalia e agiria: relato de um caso autopsiado em recém-nascido e revisão da literatura. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1988, vol.46, n.4, pp. 385-392. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1988000400009.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s