Hiperprolactinemia: Causas e problemas associados

A prolactina é o hormônio responsável pela produção de leite materno durante a amamentação. Produzida pela hipófise, pode causar amenorreia, saída de leite pelos ductos mamários na ausência de gestação. Além disso é associada a infertilidade conjugal.

Mamas 3

A hiperprolactinemia é a alteração endócrina mais comum do eixo hipotalâmico-hipofisário, predominando no sexo feminino. Quando atinge homens, a sintomatologia é diferente, com maior prevalência de astenia e redução da libido.

Sua prevalência varia de 0,4% em uma população não selecionada de adultos normais. Aumenta bastante se selecionarmos as mulheres com infertilidade conjugal, podendo chegar a valores tão altos quanto 9-17%.

Quais as causas de secreção aumentada de prolactina?

  • Doenças da hipófise(mais de 50% dos casos) como os prolactinomas e a Doença de Cushing.
  • Tumores do hipotálamo(raros).
  • Lesões torácicas.
  • Estimulação mamilar.
  • Medicações como antidepressivos, antieméticos, anticoncepcionais, anticonvulsivantes e narcóticos.
  • Gestação.
  • Estresse.
  • Hipotireoidismo.
  • Cirrose hepática.

Quais situações cotidianas podem causar leve aumento dos níveis de prolactina?

  • Sono.
  • Exercício físico exaustivo.
  • Estresse emocional intenso.
  • Estimulação mamária.
  • Refeições ricas em proteínas.

Por que o aumento de prolactina causa ausência de menstruação e infertilidade conjugal?

A prolactina inibe a secreção hipotalâmica do GnRH. Este último é responsável por estimular a produção de FSH e LH, que estimulam a maturação e diferenciação folicular, a ovulação e os ciclos menstruais. Desta forma, quando aumentada, a dosagem sérica de prolactina é capaz de impedir que a mulher tenha ciclos menstruais normais e desta forma ocorre infertilidade conjugal.

ScreenShot072

Como os níveis de prolactina se associam com os sintomas?

Hiperprolactinemia grave > 100ng/ml está associado a hipogonadismo aparente(redução de hormônios sexuais com repercussões físicas e infertilidade). Amenorreia, ondas de calor e secura vaginal pela queda de estrógenos.

OBS: hipogonadismo em homens causa redução da libido e da energia, impotência sexual, perda de pelos sexuais, osteoporose e queda da massa muscular.

Hiperprolactinemia moderada 50 – 100ng/ml geralmente causa amenorreia ou oligomenorreia.

Hiperprolactinemia média 20 – 50ng/ml causa redução da secreção de progesterona. Mesmo leve, é capaz de encurtar a fase lútea do ciclo menstrual e causar infertilidade conjugal.

Todas as mulheres com hiperperolactinemia apresentam eliminação de leite pelos ductos mamários?

Não. Somente 33% das mulheres com aumento dos níveis séricos de prolactina apresentam galactorreia.

 

A taxa de gestação aumenta após o tratamento?

Sim. 80% das mulheres com hiperprolactinemia associada a infertilidade conjugal, sem demais fatores, alcança uma gestação com o tratamento medicamentoso.

Em caso de hiperprolactinemia por causa de medicamentos, em quanto tempo os níveis voltam ao normal após a suspensão do uso?

Em 3 a 6 meses.

ScreenShot073

Fontes:

VILAR, L, CASTELLAR E. Hiperprolactinemia: Investigação diagnóstica e Tratamento. In: Vilar L, Castellar E, Moura E, Leal E, et al, eds. Endocrinologia clínica, 1a ed. Rio de Janeiro: Medsi, 1999. p.3-20.

SOLÍS VILLANUEVA, Jose; CORNEJO ARENAS, Pilar.Estados hiperprolactinémicos. Rev Med Hered [online]. 2006, vol.17, n.4, pp. 234-245. ISSN 1729-214X.

FEBRASGO. Manual de orientação à infertilidade conjugal. 2011

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

2 comentários sobre “Hiperprolactinemia: Causas e problemas associados

  1. Em dezembro minha prolactina estava alterada em fevereiro estava normal porém desde de dezembro eu teno secreções no seio, as vezes incha doe aí eu tiro um pouco de líquido do peito e melhorar. Eu já tomei um remedinho mais n adiantou. Pode ser sinal de algo grave?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s