Benefícios do Corticoide para a maturação pulmonar fetal

O uso do corticoide é feito em gestações com risco de prematuridade seja por causas maternas ou fetais. Seus benefícios são amplamente conhecidos e o uso rotineiro hoje, faz parte dos protocolos de praticamente todas as maternidades.
2014-11-03 00.01.01
O uso do corticoide causa aumento da produção de surfactante pelos pneumocitos tipo II e reduz o risco de Síndrome do Desconforto Respiratório Neonatal. Além disso, também reduz o risco de enterocolite necrotizante e hemorragia intraventricular cerebral.
Há embasamento científico que confirme o benefício do corticoide em partos pré-termo?
SIM. Na revisão feita pela Cochrane em 2013, foram avaliadas 3885 pacientes com trabalho de parto prematuro. O uso do corticoide nestas pacientes reduziu:
  • Óbitos fetais.
  • Síndrome do Desconforto Respiratório Neonatal.
  • Hemorragia intraventricular.
  • Enterocolite necrotizante.
  • Necessidade de suporte ventilatorio.
  • Admissão em UTI neonatal.
  • Sepse neonatal precoce.
ScreenShot069
Quais pacientes devem fazer uso de corticoide?
Todas aquelas com risco de parto prematuro ou necessidade de interrupção antes do termo(37 semanas). São bem indicados em pré-eclâmpsia grave e também nas mulheres com rótula prematura das membranas ovulares.
Apesar de a rotura prematura de membranas amnióticas facilitar o desenvolvimento de infecções como a corioamnionite, o uso destas medicações não mostrou aumento do risco de complicações maternas e fetais.
ScreenShot070
Qual a idade gestacional adequada para seu uso?
O uso ideal é realizado entre 24 e 34 semanas. Vale lembrar que quanto mais próximo ao parto, maior será a efetividade da medicação em relação ao status respiratório do recém-nascido.
Caso não haja o parto, há necessidade de repetição das doses?
Os estudos são controversos em relação à repetição. Alguns deles afirmam que caso o parto não ocorra em 7 dias, a dose deve ser repetida.
ScreenShot071
Fontes:
ROBERTS, D; DALZIEL, SR. Antenatal corticosteroids for acceletating fetal lung maturation for women at risk of preterm birth. Cochrane Review. Mar 28. 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s