Pólipos Endometriais

Pólipo Endometrial: Mais uma causa de infertilidade

Anormalidade da parte interna do útero que é causa frequente de sangramento uterino anormal e infertilidade. Por sua relação com câncer de endométrio, geralmente é abordado cirurgicamente com retirada completa.

 colica1

O que é pólipo endometrial?

É um crescimento anormal do tecido interno do útero, na forma de um abaulamento pediculado. É formado por endométrio e os vasos que o nutrem.

Por ser um crescimento tecidual alterado pode causar a rotura de vasos do endométrio e causar sangramento transvaginal.

Diferentemente dos miomas, não possuem tecido muscular na sua composição.

Quais os sintomas dos pólipos?

São causa comum de sangramento transvaginal. Chamam maior atenção nas mulheres geralmente na pós-menopausa, pelo maior risco de câncer de endométrio.

Além disso, são bastante associados á infertilidade conjugal.

Quais os fatores de risco para pólipos endometriais?

  • Obesidade;
  • Idade;
  • Ausência de gestações;
  • Não uso de anticoncepcionais;
  • Uso de Tamoxifeno.

 

Quais os exames usados na investigação?

Na suspeita de pólipos endometriais bem como em praticamente todas as mulheres que apresentam sangramento uterino anormal a investigação se inicia com um exame ginecológico. Como os pólipos são internos, geralmente serão diagnosticados somente com a ultrassonografia transvaginal.

A ultrassonografia com uso de distensão com solução salina(histerossonografia) é um método que aumenta a eficácia, mas é pouco disponível na maioria dos serviços.

O uso do Doppler na ultrassonografia é importante na determinação de características vasculares que sejam mais associadas a malignidades como o câncer de endométrio.

Contudo, o melhor exame a ser feito é a histeroscopia, uma avaliação da cavidade endometrial através de uma câmera. Pode ser um procedimento tanto somente diagnóstico, como também terapêutico.

ScreenShot036 

Por que causam infertilidade conjugal?

Devido à obstrução mecânica à passagem dos espermatozoides pela cavidade uterina em direção às trompas. Além disso causam reação inflamatória local com produção de proteínas que dificultam a implantação do óvulo fecundado. Atuam na verdade, de forma semelhante a um Diu de cobre.

E como são tratados?

Pólipos menores que 1cm em mulheres assintomáticas e sem outros fatores de risco para câncer de endométrio podem ser acompanhadas com exames de imagem periódicos, sem a necessidade de intervenções. Este é o chamado tratamento expectante e pode ser feito somente em pacientes selecionadas e previamente orientadas quanto aos riscos desta conduta.

No entanto a grande maioria é retirada cirurgicamente durante a histeroscopia. A peça retirada deve ser sempre submetida a exame histopatológico(avaliação do tipo de tecido) para afastar a possibilidade de câncer.

Não está indicado o uso de medicamentos hormonais para a redução dos pólipos como tratamento isolado. Pode ser feito somente como uma estratégia de redução tecidual para facilitar a sua retirada. Neste caso são usados análogos do GnRH que promovem uma supressão hormonal e diminuem o crescimento do pólipo.

Por que tirar os pólipos?

Além de causarem sintomas como o sangramento uterino anormal e a infertilidade conjugal, estão associados a um maior risco de câncer de endométrio. Possuem taxa de malignização maior que os miomas uterinos.

ScreenShot037

Fontes:

Freitas, ET AL, Rotinas em Ginecologia, 2010

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

4 comentários sobre “Pólipos Endometriais

  1. Olá, tenho 26 anos e descobri que tenho pólipo endometrial e está com 0,4 mm e meu médico me indicou fazer uma histeroscopia para a retirada, pois estou sentindo muitas cólicas e tendo um sangramento estranho, tipo sujeira … gostaria de saber se há algum risco caso eu demore para retirá-lo e se é indicado fazer exercícios físicos como musculação, pois cada vez que faço sinto dores após o treino…gostaria de uma segunda opinião!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s