Ácido Fólico: Antes ou depois de engravidar?

O ácido fólico faz parte da suplementação vitamínica na gravidez. É capaz de evitar malformações fetais graves com relação ao sistema nervoso central.

ScreenShot288

Para que serve o ácido fólico?

Substância que faz parte da proliferação celular e atua na formação dos tecidos. É importante que haja quantidade necessária na gestação visto que está ocorrendo a formação de um novo ser no útero materno.

O principal tecido do feto que necessita do ácido fólico é o nervoso, sobretudo no que diz respeito ao tubo neural. Defeitos do tubo neural, assim como a anencefalia são associados a mulheres com baixa quantidade de ácido fólico.

Qual a quantidade adequada?

A quantidade indicada de ácido fólico para suplementação na gravidez é de 400 microgramas por dia. Geralmente a dose é uniformizada em 5mg por dia(01 comprimido) para todas as gestantes. Esta quantidade é suficiente também para as mulheres com história de fetos com alterações neurológicas em gestações anteriores.

O que acontece se a mulher não tiver quantidades adequadas de ácido fólico?

A deficiência desta substância é associada a defeitos do sistema nervoso central como a anencefalia. Foi evidenciado aumento do número de casos nas regiões em áreas onde a dieta é mais pobre em ácido fólico. Nos Estados Unidos, alguns alimentos são enriquecidos com maior quantidade de ácido fólico para evitar estas alterações.

A alimentação tem ácido fólico?

O ácido fólico está contido nos legumes, folhas verdes, frutas cítricas, fígado e pão integral.

Quando o uso deve ser iniciado?

Por fazer parte da formação inicial do feto, o uso deve ser iniciado antes que a mulher engravide. A maioria dos trabalhos mostra que o uso 1 mês antes da gestação já é associado a melhores resultados fetais.

ScreenShot010

A FEBRASGO orienta que as mulheres iniciem a tomar pelo menos 03 meses antes. O uso deve ser mantido por pelo menos 8 semanas de idade gestacional, quando ocorre o fechamento do tubo neural. Alguns autores defendem o uso durante toda a gestação.

Pelo fato de o diagnóstico de gestação ocorrer tardiamente, com o atraso menstrual ou os sintomas de gestação, o uso contínuo mesmo antes de engravidar, garante a quantidade de ácido fólico suficiente para evitar defeitos fetais.

Veja também – Para que serve o sulfato ferroso na gestação?

ScreenShot289

Fontes:

MONTENEGRO, C.A.B; REZENDE FILHO, J. Rezende: obstetrícia fundamental. 12.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

Manual de orientação à suplementação vitamínica na gravidez. OMS. 2012.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

2 comentários sobre “Ácido Fólico: Antes ou depois de engravidar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s