Hipotireoidismo na Gestação

As doenças da tireoide ocorrem em 0,2% das gestações. Devem ser sempre lembrados durante o pré-natal pelo risco de causar alterações fetais. Maior atenção deve ser dada àquelas com história familiar de hipo ou hipertireoidismo.

Hipotireoidismo

Hipotireoidismo é a redução da produção e/ou da ação dos hormônios tireoidianos. Ocorre em 0,1 a 0,3% das gestações, geralmente causada pela Tireoidite de Hashimoto. Esta é uma doença auto-imune, em que a própria pessoa produz anticorpos que destroem seus tecidos. Também pode ocorrer por deficiência de iodo e retirada da tireoide por cirurgia.

Quais as complicações associadas ao hipotireoidismo na gestação?

  • Abortamentos.
  • Pré-eclampsia.
  • Descolamento prematuro de placenta normalmente inserida.
  • Crescimento intrauterino restrito.
  • Prematuridade.
  • Óbito fetal.

A pesquisa inicial é importante para determinar o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento para evitar essas complicações.

Sintomas:

O estado hipermetabólico da gestação pode reduzir a intensidade dos sintomas. Os principais são aumento de peso, letargia(lentidão), moleza no corpo, sonolência excessiva, intolerância ao frio. Constipação intestinal, rouquidão, pele seca e cabelos quebradiços também podem ocorrer.

Diagnóstico:

Dosagem de TSH é o melhor exame. Quando está alterado, ou seja, aumentado, indica a dosagem de T4 livre.

Tratamento:

Reposição dos hormônios tireoidianos para tentar uma dose hormonal ideal. O controle deve ser feito a cada 6 a 8 semanas com ajustes das doses de hormônio.

A medicação mais usada é a Levotiroxina. É tomada pela manhã, em jejum.

E se a mulher já tiver hipotireoidismo antes de engravidar?

A doença deve ser estabilizada antes de engravidar. A dose de hormônios tireoidianos adequada se associa a melhores resultados para a gestação.

ScreenShot213

Fontes:

Ministério da saúde do Brasil. Gestação de Alto Risco. Manual Técnico. 5ª Edição. Brasília-DF. 2012.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s