Anticoncepcionais Injetáveis Trimestrais

Os contraceptivos injetáveis trimestrais são bastante usados entre as mulheres por fornecer excelente comodidade de uso, com bom perfil de segurança, além de poderem ser usados após 12 semanas do parto, sem interferência na lactação. Mantém a mulher em amenorreia, melhorando sintomas relacionados ao fluxo menstrual.

Contraceptivo injetável

A droga usada deve ser aplicada a cada 90 dias na região glútea ou deltoide, sem massagem no local. A data de aplicação deve ser nos primeiros 05 dias da menstruação.

Fornece proteção a partir de 24h da aplicação, que dura cerca de 14 semanas. Se o intervalo de uso atrasar acima de 14 semanas é necessário o uso de método de barreira por 07 dias.

Como os anticoncepcionais trimestrais funcionam?

A liberação sustentada de progesterona causa estabilidade endometrial, com espessamento e redução da descamação, aumento da consistência do muco cervical com maior dificuldade de transporte dos espermatozoides e redução do pico de LH, necessário à ovulação.

Pela menor interferência com os hormônios folículo-estimulantes, apresenta menos efeitos vasomotores como fogachos e tonturas.

Qual a taxa de segurança das injeções trimestrais?

Apresenta uma taxa de falha estimada em 0,3 a 3%, com uso perfeito e típico, sendo considerados mais seguros que os contraceptivos orais combinados. Tem eficácia semelhante à esterilização cirúrgica feminina.

anticoncepcional injetável, ganho de peso

Quais os efeitos no corpo da mulher?

Pela característica de liberação hormonal controlada e constante, as mulheres que fazem uso deste tipo de contraceptivo se mantêm em amenorreia(sem fluxo menstrual). Algumas delas se sentem incomodadas por este efeito.

Entretanto, a ausência de ciclos menstruais é bem vinda nas mulheres que sofrem com sangramento menstrual abundante, causando anemia, e naquelas que sofrem de dismenorreia(dor menstrual cíclica). Pela ausência de fluxo menstrual e menstruações, não ocorre a dor cíclica que tanto incomoda estas pacientes.

Além disso, tem boa indicação nas mulheres que apresentam aumento do risco cardiovascular como aquelas acima de 35 anos, tabagistas e com história prévia de tromboses.

A estabilidade hormonal também é útil nas pacientes com Transtorno Disfórico Pré-menstrual (TDPM) e enxaquecas relacionadas ao ciclo menstrual.

Quais os efeitos colaterais?

Pode causar sangramento uterino anormal nos primeiros meses. Além disso está associado a dor mamária, acne, oleosidade cutânea e cefaleia.

O ganho de peso é um dado controverso, mais associado quando é feito o uso em adolescentes e não ultrapassa 3 a 6kg. Algumas pesquisas, entretanto, afirmam que decorre mais de uma predisposição individual da mulher para o ganho de peso.

ANTICONCEPCIONAL INJETÁVEL, GANHO DE PESO

Fontes:

Manual de Orientação à Anticoncepção. FEBRASGO. 2010

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Um comentário sobre “Anticoncepcionais Injetáveis Trimestrais

  1. Pingback: 7 Situações em que a Gestação é Possível | Gravidez e Saúde da Mulher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s