HPV e Verrugas Genitais

O HPV é uma doença sexualmente transmissível de alta prevalência na população mundial. Está associado à formação de verrugas genitais e ao câncer de colo uterino. 

ScreenShot093

O que é HPV?

O papiloma vírus humano (HPV) é um vírus que possui mais de 100 subtipos diferentes e pode provocar lesões papilares que se fundem e formam verrugas na pele das regiões oral, anal, genital e uretral.

Além das verrugas genitais, o HPV é o fator mais importante para o desenvolvimento do câncer de colo uterino. As mulheres devem buscar o diagnóstico precoce através do exame de prevenção.

Como é transmitido?

  • Contato de pele a pele, principalmente durante o ato sexual;
  • Durante o parto com o contato fetal com a genitália da mãe.

Quais os principais fatores de risco?

  • Atividade sexual – relacionado a início precoce da atividade sexual, com menor desenvolvimento da imunidade genital feminina e maior facilidade para invasão e replicação viral;
  • Multiplicidade de parceiros – a quantidade de parceiros sexuais está associada a maior risco de transmissão viral;
  • Tabagismo – diminui a capacidade das células de defesa de todos os tecidos, com maior chance de replicação viral no trato genital;
  • Imunossupressão – pacientes em uso de medicamentos que reduzem a imunidade tem maior facilidade de disseminação viral;
  • DST’s prévias – herpes e clamídia alteram o status de defesa local, com formação de estado inflamatório e maior fluxo sanguíneo local e maior substrato para desenvolvimento do vírus no trato genital.

ScreenShot090

Quais as manifestações clínicas?

Forma lesões verrucosas no trato genital que geralmente são visíveis a olho nu. Causam importante impacto psicológico nas mulheres com prejuízo inclusive da atividade sexual, por preocupação estética.

A infecção pode ser subclínica(sem verrugas) entretanto a replicação viral no colo uterino aumenta de forma importante a chance de desenvolvimento de câncer de colo uterino.

Os sorotipos 6 e 11 são mais associados à formação de verrugas enquanto que os HPV’s 16 e 18 tem maior associação com câncer de colo uterino.

Quais exames complementários são necessários para confirmar a infecção?

A inspeção do colo uterino e paredes vaginais com aplicação de ácido acético auxilia na identificação das lesões que não são visíveis, com a função importante de guiar a biópsia e a realização de colposcopia. Esta é a avaliação do colo uterino através de uma lente de aumento, com maior sensibilidade para determinar a presença de lesões.

A biópsia para exame histopatológico é importante para determinar as características teciduais da lesão, bem como sinais de malignidade.

Um exame chamado hibridização molecular utiliza técnicas de citogenética com potencial de confirmação diagnóstica da presença do HPV.

E como é feito o tratamento?

Depende de vários fatores como a confirmação do vírus, o local, tamanho e  número de lesões, a presença de gestação, dentre outros.

São usadas diversas técnicas como a aplicação local de ácido até uso de bisturi elétrico sob anestesia. Como dito anteriormente, o tratamento é individualizado de acordo com cada paciente. 

ScreenShot092

Fontes:

Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero / Instituto Nacional de Câncer. Coordenação Geral de Ações Estratégicas. Divisão de Apoio à Rede de Atenção Oncológica. – Rio de Janeiro: INCA, 2011.

Cadernos de Atenção Básica Nº 14. Controle dos Canceres de Colo Uterino e Mama. Ministério da Saúde, 2006.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s