Por que a gravidez causa dor nas costas?

A lombalgia é uma das queixas mais comuns da gestação. Ocorre por conta das alterações que ocorrem na musculatura e no esqueleto da gestante em adaptação ao peso do útero.

ScreenShot192

Por que a gestante sente tanta dor lombar?

As alterações musculoesqueléticas da gestação tem o intuito de compensar o esforço muscular necessário da gestante para acomodar o excesso de peso na região anterior do abdome.

Ocorre acentuação da lordose lombar e alargamento da base, formando a marcha anserina. Nesta forma de andar, a gestante se assemelha a um ganso(por isso o nome anserina).

O peso do útero gestacional causa sobrecarga dos músculos pélvicos e dos ligamentos inguinais. Por isso também é comum a queixa de dor na musculatura interna das coxas e na região inguinal.

Estas alterações tornam a  lombalgia uma das queixas mais comuns das gestantes. Está presente sobretudo no terceiro trimestre, em gestantes sedentárias e apresenta piora ao final do dia, com movimentos bruscos, posturas mantidas durante longos períodos e vícios posturais.

ScreenShot035

Abordagem terapêutica:

  • Orientação postural da gestante para evitar ficar longos períodos na mesma posição, evitar movimentos bruscos;
  • Prática de atividade física como hidroginástica e yoga tem eficácia comprovada na melhora do tônus muscular lombar da gestante e redução da lombalgia;
  • Uso de sapatos de base larga para evitar alterações de marcha com maior necessidade de adequação de musculatura lombar;
  • Descanso programado durante o dia, com a gestante deitada de forma a relaxar a musculatura lombar;
  • Aplicação de calor local em caso de dor aguda pode trazer algum alívio;
  • Uso de analgesia comum, é suficiente para aliviar na maioria dos casos. Vale lembrar que a melhora prolongada somente é atingida com as modificações comportamentais.

ScreenShot028

Freitas:

FREITAS, F. et al. Rotinas em Obstetrícia. 6ª Edição. ed. Porto Alegre: Artmed, v. Único, 2011.

MONTENEGRO, C.A.B; REZENDE FILHO, J. Discinesias. In: MONTENEGRO, C.A.B; REZENDE FILHO, J. Rezende: obstetrícia fundamental. 12.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. p. 163-167.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s