Por que praticar exercícios físicos na gravidez?

“Gestação não é doença.” A prática de atividade física deve ser mantida ou iniciada como forma de preparar a mulher para o parto e como forma de reduzir os incômodos e dores causadas pela nova forma corporal que é formada.

ScreenShot027

A gestação não pode ser um impedimento para que a mulher realize suas atividades diárias. Além disso, pode manter uma rotina de atividade física, desde que respeite cuidados básicos como tipo de exercício, alimentação adequada, hidratação e segurança.

A realização de atividade física controlada e orientada durante a gestação está associada a diversos benefícios:

  • Melhora da postura e do condicionamento físico;
  • Preparação física para o trabalho de parto;
  • Melhora do perfil glicêmico e controle do diabetes gestacional;
  • Redução da dor nas costas;
  • Controle do ganho de peso;
  • Melhora da instabilidade emocional.

Quais os cuidados que a gestante deve ter?

É recomendado que em gestações sem risco a atividade aeróbica pode ser realizada por um mínimo de 30 minutos em todos os dias da semana. A atividade realizada não pode exigir esforço físico extenuante nem impacto sobre o abdome ou risco de quedas.

As articulações das gestantes apresentam maior mobilidade devido à progesterona produzida pela placenta. Desta forma, calçados adequados devem ser usados para evitar torções dos tornozelos. Por este mesmo motivo as gestantes devem evitar o uso de salto.

É importante lembrar do risco de tontura e desmaio por conda da redução do retorno venoso dos membros inferiores com diminuição do fluxo sanguíneo cerebral. Além disso, os pulmões tem expansibilidade reduzida, causando maior desconforto respiratório durante o início das atividades. Um acompanhante durante as atividades será sempre bem-vindo.

ScreenShot029

Quais as atividades mais indicadas?

Um excelente exercício que pode ser praticado é a hidroginástica. Possui baixo impacto, reduzido risco de quedas e auxilia na tonificação dos músculos e na respiração. É comprovado a redução das dores lombares, tão características do terceiro trimestre da gestação, bem como mantém a paciente mais preparada fisicamente para o trabalho de parto.

Outras atividades são:

  • Danças;
  • Yoga;
  • Ginástica;
  • Tai-chi;
  • Alongamentos;
  • Pilates.

profissionais de educação física e fisioterapeutas especializados no trabalho físico de condicionamento das gestantes. Conhecem as modificações corporais que a mulher apresenta e como lidar com os desconfortos causados.

Gestação não é doença. É uma etapa importante da vida da mulher, que deve ser vivenciada com o máximo de saúde e prazer possível.

ScreenShot028

Fontes:

FREITAS, F. et al. Rotinas em Obstetrícia. 6ª Edição. ed. Porto Alegre: Artmed, v. Único, 2011.

Captura de Tela 2016-05-06 às 22.31.01

Liberei uma amostra do meu livro digital: “Tenho Síndrome dos Ovários Policísticos: E Agora?” Acesse o link abaixo e confira!
http://www.dremersonbatista.com/#!home/ipmp6

Screen Shot 03-27-16 at 08.29 PM

Caso você goste do conteúdo e queira saber como ter acesso ao conteúdo completo acesse:

http://www.dremersonbatista.com

CONHEÇA MEU PERFIL NO GOOGLE PLUS

https://plus.google.com/u/0/107467915066257179224/posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s